URAP no XV Congresso da FIR

xv_congresso_fir_berlim_2010_grupo
Uma delegação da URAP, composta pelos membros do Conselho Directivo, Marília Villaverde Cabral e David Pereira, esteve presente no XV Congresso da Federação Internacional de Resistentes – Associação Antifascista (FIR). O Congresso decorreu nos dias 9 e 10 de Janeiro de 2010, em Berlim, na Alemanha. Estiveram presentes 30 delegados representando organizações de 14 países diferentes, para além de outros convidados. Em análise esteve a actividade da FIR durante os últimos dois anos e meio, para além da intervenção das várias associações ali representadas.

    xv_congresso_fir_berlim_2010Após a abertura dos trabalhos pelo presidente do Comité Executivo da FIR, Michel Vanderborght, foram dirigidas diversas saudações ao Congresso por diversas estruturas representadas nos trabalhos, entre as quais se destacam a do presidente da Federação Mundial dos Antigos Combatentes (FMAC), Abdul Hamid Ibrahim, a de um representante da Federação Sindical Mundial (WFTU), Yannis Vamvakousis, e a de uma representante do Conselho Alemão para a Paz e do Conselho Mundial da Paz, Bärbel Schindler-Saefkow.

    Seguiu-se depois a intervenção do secretário-geral da FIR, Ulrich Schneider, que abordou o trabalho realizado pela FIR no mandato cessante, a que se juntaram as intervenções de vários delegados em nome das organizações participantes. Nessa altura foi realizada a intervenção da URAP por David Pereira, na qual deu conta da actividade da URAP nos planos nacional, internacional e relativamente à juventude. Esta foi muito bem acolhida pelos delegados presentes, tal como pelos membros da Mesa do Congresso, reflectindo a diversificada e intensa actividade que a URAP levou a efeito desde 2007. Foi também apresentado um filme de memória da visita de 1000 jovens de 20 países ao Campo de Concentração de Buchenwald, em Abril de 2008, numa organização da FIR em colaboração com o Instituto de Veteranos da Bélgica. Foi também apresentado pelo secretário financeiro da FIR, Heinz Seifritz, o Relatório e Contas da FIR durante este período.

    Em seguida passou-se à discussão sobre a Resolução Política do XV Congresso da FIR,     após o que foi anunciada a composição do seu Comité Honorário. Procedeu-se então à eleição do Comité Executivo da FIR. Todos os membros cessantes foram de novo reeleitos: presidente – Michel Vanderborght (CAR, Bélgica); vice-presidente – Vilmos Hanti (MEASZ, Hungria); vice-presidente – Christos Tsintzilonis (PEAEA, Grécia); secretário-geral – Ulrich Schneider (VVN-BdA, Alemanha); secretário financeiro – Heinz Siefritz (VVN-BdA). Devido à decisão de alargamento do Comité Executivo de cinco para sete membros proposta pelo Comité Executivo, foram ainda eleitos Efim Korolov (RKVV, Rússia) e David Pereira, membro do Conselho Directivo da URAP.

    No dia 10 de Janeiro, os delegados e convidados do XV Congresso da FIR deslocaram-se ao memorial dos que lutaram pelo socialismo na Alemanha, destacando-se os nomes de Rosa Luxemburgo e Karl Liebknecht, dois dos mais destacados dirigentes da Revolução Espartaquista de 1919, exactamente evocada anualmente por uma manifestação que percorre algumas das principais artérias da cidade de Berlim. Ali foi depositada uma coroa de flores da FIR. Depois, os participantes deslocaram-se ao Memorial ao Soldado Soviético que libertou Berlim do nazi-fascismo, sendo novo prestado tributo nesse local. As delegações ao Congresso FIR foram depois recebidas no Parlamento do Estado de Berlim, designadamente pelo seu presidente.