Câmara de Peniche e URAP celebram protocolo

fuga-penicheCom o objectivo de promover o estudo, a informação e a recolha de documentação sobre o papel desempenhado pela Fortaleza de Peniche como estabelecimento prisional do regime fascista é celebrado, a 25 de Abril de 2007, um protocolo entre a Câmara Municipal de Peniche e a União dos Resistentes Antifascistas Portugueses (URAP).

O protocolo que vai vigorar nos próximos dez anos prevê ainda a realização de seminários, debates e conferências sobre as perseguições políticas durante o regime fascista, a promoção de visitas, nomeadamente, de escolas, a criação de uma biblioteca especializada, a recolha de depoimentos e documentos junto de antifascistas condenados a penas na Fortaleza de Peniche, bem como, influenciar os poderes públicos para que ali seja criado um Museu da Resistência.