Portugal recebe Tocha da FIR, nos 70 anos do fim da II Guerra Mundial


A URAP associou-se à iniciativa da FIR – Federação Internacional de Resistentes, que visa fazer percorrer a sua tocha, a Tocha da Liberdade e da Paz, por todos os países da Europa, a fim de assinalar os 70 anos do fim da II Guerra Mundial, que se cumprem em Maio do próximo ano.

A FIR, que a URAP integra, começou já este ano a comemorar esta data tão importante para os povos de todo o Mundo, para que possam recordar o horror dos campos de concentração nazis, os mais de cinquenta milhões de mortos, todo o sofrimento imposto pela barbárie nazifascista.

Ao mesmo tempo, a FIR pretende homenagear os resistentes, os que se bateram heroicamente pela libertação dos seus países e do mundo e, simultaneamente, lembrar que é necessário lutar para que esta catástrofe não se repita.

Ao ter conhecimento desta iniciativa da FIR, a direcção da URAP decidiu que receber em Portugal este símbolo da luta pela paz e pela liberdade enriqueceria as comemorações que tenciona levar a cabo e, assim, está decidida a sua permanência no País de 28 de Janeiro a 12 de Fevereiro de 2015.

Autarquias, colectividades e professores estarão envolvidos na colaboração com a URAP nestas comemorações do fim da II Guerra Mundial, estando previsto que a tocha percorra várias terras do País, onde será recebida em escolas e outras instituições.

A URAP tem o dever de assinalar esses dias sangrentos, contribuindo para que a História não seja esquecida nem adulterada e tem o dever também de alertar para a situação que vivemos: a crise do capitalismo, a agressividade imperialista, o esmagamento dos povos, o avanço de forças da extrema-direita na Europa, traços preocupantes que exigem dos democratas, dos antifascistas o reforço do movimento pelo desarmamento e pela paz.