URAP e concelho de Almada comemoram Abril

25A 2015 almada covapiedade"É importante falar do 25 de Abril. E falar do 25 de Abril é falar do que foi conquistado pela luta do povo, em aliança com o Movimento das Forças Armadas, e que na pessoa do senhor general Pezarat Correia aproveito para saudar", disse a coordenadora da URAP no almoço comemorativo da data, dia 2 de Maio, em Almada.


Marília Villaverde Cabral referia Pezarat Correia, convidado para a sessão, que na sua intervenção tinha lembrado os valores de Abril e sobretudo falado do presente, dos ditames da U.E. no caso da Grécia, e nas eleições, em que certa comunicação social e comentadores nos colocam na inevitabilidade dos votos nos mesmos partidos a que chamam de "arco da governação".


25A 2015 almada covapiedade 2Anteriormente, Mário Araújo, membro dos corpos sociais da URAP e dirigente do movimento popular de Almada, ex-preso político, saudou os presentes, destacando os militares de Abril e os homens e mulheres que, no concelho, se destacaram na resistência antifascista.
O presidente da Câmara de Almada, Joaquim Judas, elogiou, por seu lado, o movimento popular e o seu papel pedagógico.


Sublinhou que para além do lazer, do desporto, aprendia-se literatura, história, filosofia. Ensinava-se também para organizar. Ainda hoje, é necessária capacidade organizativa, seja nas colectividades, seja nas autarquias. O concelho de Almada não seria o que é hoje sem essa capacidade no movimento popular.


A coordenadora da URAP recordou ainda muitos dos direitos que a revolução consagrou, como a greve, a contratação colectiva, o salário mínimo, o direito à saúde, ao ensino, para sublinhar a "cultura, que promoveu a alfabetização e criou a bela conquista do Poder Local, conquista que aproximou o Poder ao povo e sem a qual não se teria conseguido tantos avanços na melhoria das condições de vida das populações".


O almoço contou com a presença de cerca de 200 pessoas, entre as quais vários militares de Abril, ex- presos políticos, representantes do movimento popular, o presidente da Assembleia Municipal, José Manuel Maia, e outros autarcas.


Realizada no dia exacto em que se assinalava "os 70 anos que o Exército Vermelho tomou o Reischtag, em Berlim", a comemoração do 25 de Abril foi organizada pelas Escolas do Desportivo da Cova da Piedade e a União de Resistentes Antifascistas Portuguesas, URAP - Almada, com o apoio do Movimento Associativo Popular do Concelho de Almada.