Grândola, Vila Morena na XVI visita guiada do Núcleo de Santa Iria da Azóia

"Grândola, Vila Morena", a emDSC 1443blemática canção de Zeca Afonso, teve origem em Maio de 1964, após um convite ao cantor para participar nas comemorações do 52º aniversário da Sociedade Musical Fraternidade Operária Grandolense (SMFOG).


Impressionado com o ambiente fraterno e solidário que se vivia na colectividade, e em sua homenagem, três dias depois Zeca Afonso escreveu a primeira versão do poema "Grândola, Vila Morena". O cantor regressaria a Grândola para participar em vários eventos organizados pela SMFOG.


Esta centenária organização foi visitada, dia 23 de Maio, no âmbito da XVI Visita Guiada, organizada pelo núcleo da URAP de Santa Iria de Azóia, numa iniciativa que contou com o apoio da Câmara Municipal de Grândola.


DSC 1388Outros locais que evocam Zeca Afonso - ou Acez Osnofa, o seu nome ao contrário usado para fazer passar a letra das suas canções na censura -, como uma estátua e um mural de azulejos com a letra e pauta da célebre canção foram percorridos pelos visitantes.

Os sócios e amigos da URAP da União de Freguesias de Santa Iria de Azóia, São João da Talha e Bobadela estiveram também no museu Mineiro do Lousal e Centro de Ciência Viva, acompanhados por um guia que a Câmara disponibilizou para o efeito.

 

 

 

 

 

DSC 1413As condições de trabalho nas minas de pirite eram, então, muito duras, tendo vitimado durante explosões cerca de 100 mineiros. Largas centenas mais morreram após doenças relacionadas com o trabalho na mina, nomeadamente nas vias respiratórias.

O Museu Mineiro do Lousal foi inaugurado em 2001 no edifício da antiga Central Eléctrica (1934-1992) após assinatura de um protocolo entre a Fundação Frédéric Velge e a Associação Portuguesa de Arqueologia Industrial. O museu alberga um significativo espólio documental, objectos e equipamentos e desempenha uma função exclusivamente museológica, no âmbito da arqueologia industrial mineira.

 

Grândola representava, antes do 25 de Abril, uma importante zona de montado de sobro e concentravam-se no local empresas de preparação corticeira. Por este motivo, a classe operária ganhou expressão e, ao mesmo tempo, criou-se uma forte consciencialização de classe dos trabalhadores. Consciência que levou a que fossem travadas importantes lutas pela melhoria das condições de vida da sua população. Exemplo disso foi a conquista das 8 horas diárias de trabalho pelos trabalhadores rurais, a 2 de Maio de 1962, através da sua luta que foi seguida em muitos outros locais do Alentejo Litoral.

 

 

DSC 1435A SMFOG é a mais antiga colectividade do Concelho de Grândola, dedicando-se à cultura e à educação musical. Desde a sua criação, há mais de 100 anos, tem como principais objectivos a promoção e o desenvolvimento musical e cultural.

 

Com banda filarmónica, banda juvenil e escola de música, esta colectividade atingiu um dos seus pontos mais altos nas décadas de 50 e 60 com a criação de uma biblioteca, um grupo de teatro e o cineclube, bem como a organização de colóquios, conferencias e exposições.


Grandes nomes da cultura portuguesa passaram por esta colectividade, nomeadamente, Alves Redol, Manuel da Fonseca, Antunes da Silva, Romeu Correia, Manuel Cabanas, Maestro Lopes Graça, Carlos Paredes, entre outros.


DSC 1447A deslocação a Grândola terminou com uma visita à exposição "Zeca Afonso Poeta Andarilho e Cantor", que mais uma vez se realiza em Grândola, integrada nos festejos dos 51 anos da criação do poema "Grândola, Vila Morena", numa acção conjunta da Câmara Municipal de Grândola, da Sociedade Musical Fraternidade Operária Grandolense (SMFOG) e da Associação José Afonso.

A deslocação a Grândola, concelho de grandes tradições de luta antifascista, terminou com uma visita à exposição “Zeca Afonso Poeta Andarilho e Cantor”, que mais uma vez se realiza em Grândola, integrada nos festejos dos 51 anos da criação do poema "Grândola, Vila Morena”, numa acção conjunta da Câmara Municipal de Grândola, da Sociedade Musical Fraternidade Operária Grandolense (SMFOG) e da Associação José Afonso.