Vida na Clandestinidade em debate no Aljube

aljube cristina nogueira s 1Por iniciativa da URAP, em parceria com o Museu do Aljube, realizou-se, no dia 11 de Novembro, uma sessão de apresentação do livro Vidas na Clandestinidade, da autoria da investigadora Cristina Nogueira.

 

A sessão teve início com a apresentação do livro e da autora pela antropóloga Paula Godinho, seguindo-se a intervenção de Cristina Nogueira que destacou alguns aspectos das histórias de vida na clandestinidade e na prisão e a importância de dar a conhecer os testemunhos das vítimas do fascismo, para preservar a memória da resistência e da luta pela liberdade.

 

 

Alguns dosaljube cristina nogueiras s 2 presentes, de uma muito interessada assistência, deram também o seu contributo com apontamentos de histórias de vidas clandestinas.