URAP no lançamento do catálogo da exposição "O Regresso das Bandeiras"

protocolo barreiro 2sO catálogo da Exposição "O Regresso das Bandeiras", patente ao público desde 28 de Fevereiro e que assinala os 80 anos da Jornada de Agitação e Luta de Fevereiro de 1935, momento emblemático da luta contra o fascismo e da ousadia e coragem do povo barreirense, foi apresentado, dia 19 de Novembro, numa sessão pública realizada no Espaço Memória (Barreiro).

 

No final da iniciativa teve lugar a assinatura de um protocolo de colaboração entre a URAP e a Câmara Municipal.

 

A sessão foi antecedida por uma representação dos alunos do 10º ano da Escola Profissional Bento de Jesus Caraça, acompanhados pelos professores Luís Dias e Joana Pimpista, que encenaram alguns quadros de adequado simbolismo à luta pela liberdade.

 

 

protocolo expo barreiro bandeiras sA intervenção inicial coube a Silvestre Lacerda, director do Arquivo Nacional da Torre do Tombo, instituição que facultou a documentação do chamado "Processo das Bandeiras" (relatórios, processos individuais e as próprias bandeiras apreendidas pela PVDE). O orador destacou a importância da preservação da memória colectiva, sublinhando que é justamente por ser uma memória forte e colectiva que resiste aos branqueamentos que lhe querem fazer.