Comemorações do 25 de Abril no Couço iniciam-se com apresentação do livro "Forte de Peniche - Memória, Resistência e Luta"

couco s1Integrado nas comemorações da revolução do 25 de Abril, organizadas pela Junta de Freguesia do Couço, foi lançado nesta vila o livro "Forte de Peniche – Memória, Resistência e Luta", da autoria da URAP.


A sessão, que decorreu dia 14 de Abril no salão da Casa do Povo do Couço, foi dirigida pela presidente da Junta, Ortelinda Graça, e contou com os membros da URAP Vítor Dias e Adelino Silva.


Cerca de 80 pessoas assistiram a um momento musical com cantores locais, seguindo-se leitura de poesia, com poemas constantes no livro, como "Roseira verde", "Ouvindo Bethoven", "Natal dos presos políticos" e "Um homem só no segredo".

couco s3Coube em seguida a Vítor Dias e Adelino Silva apresentar o conteúdo do livro, que já vai na sua terceira edição, após o que visitaram, a convite da presidente da Junta, o Monumento de Homenagem ao Povo do Couço, no qual constam as inscrições das datas mais emblemáticas das lutas travadas pelas gentes do Couço ao longo dos anos.
O monumento tem a forma de uma espiral feita com cubos de pedra sobreposta e termina em forma de uma estrela de cinco pontas. Na sua base figura também uma estrela de cinco pontas feita de losangos, com a inscrição "À Luta do Povo da Freguesia do Couço".


A Junta de Freguesia do Couço, que é a única condecorada como "Membro Honorário da Ordem da Liberdade", conta com uma Biblioteca, que está a ser reformulada após a chegada do valioso espólio doado pela família do dirigente comunista José Casanova, que nasceu em Coruche, Couço a 04 de Março e morreu em Lisboa a 15 de Novembro de 2014.couco s2