URAP faz sessão de confraternização no Barreiro

barreiro s1Lembrar lutas travadas, homenagear os combatentes e os muitos ex-presos políticos, democratas e antifascistas, e também saudar a revolução de Abril e as conquistas e os progressos alcançados, festejar a liberdade e recordar a luta de todos os dias contra retrocessos e por um mundo melhor, foi o objectivo de um encontro-convívio da URAP no Barreiro.

 

Com esse fim, cerca de uma centena de pessoas estiveram, dia 11 de Novembro, na Cooperativa Cultural P. Barreirense, onde a coordenadora da URAP, Marília Villaverde Cabral, e o ex-preso político Domingos Abrantes falaram aos presentes.

 

 

 

barreiro s2Marília Villaverde Cabral abordou as muitas iniciativas que a URAP tem desenvolvido pela preservação da memória da luta contra o fascismo e em defesa da democracia e da paz.

 

Domingos Abrantes, que actualmente é Conselheiro de Estado, lembrou a passagem do Armistício da I Guerra Mundial, alertou para os perigos do ressurgimento do fascismo no Mundo e referiu que estão em desenvolvimento os trabalhos para a inauguração do Museu Nacional da Resistência e Liberdade de Peniche, em 27 de Abril de 2019.

 

Seguiram-se os testemunhos de alguns antigos presos políticos, familiares e outros resistentes barreirenses.

 

A sessão terminou com um momento musical e um lanche de fim de tarde.