Conversa sobre o livro Forte de Peniche, Memória, Resistência e Luta em S. Mamede de Infesta em dia de aniversário

apresentacao livro peniche matosinhosO núcleo do Porto da URAP organizou na Junta de Freguesia de S. Mamede de Infesta, Matosinhos, dia 11 de Janeiro, uma conversa sobre o livro Forte de Peniche, Memória, Resistência e Luta e o futuro museu a instalar na Fortaleza de Peniche.

 

A sessão foi presidida por Maria José Ribeiro, José Pedro Soares e Celestina Leão, membros dos corpos sociais da URAP, e por Pedro Brandão, membro do executivo de S. Mamede Infesta e Senhora da Hora, que dirigiu a sessão.

 

No final da reunião, já depois da meia-noite, os cerca de 40 participantes homenagearam Maria José Ribeiro pelo seu aniversário, 83 anos ao serviço da luta antifascista desde a adolescência, presa três vezes, e da construção do Portugal democrático, estando envolvida em várias causas, nomeadamente no projecto museológico "Do Heroísmo à Firmeza", na antiga cadeia da PIDE no Porto.

 

Maria José Ribeiro é filha de Joaquim Ribeiro, um revolucionário que participou na Revolta dos Marinheiros de 1936, e passou 16 anos no Campo de Concentração do Tarrafal, em Cabo Verde.