XVIII Congresso da FIR realizou-se em Itália

congresso fir 2019 s3"Em conjunto com as gerações actuais, perpetuemos a herança dos combatentes e dos perseguidos, lutemos contra o neofascismo, o racismo e as raízes do fascismo, bem como pela democracia, o humanismo, a justiça social e ´um novo mundo de paz e liberdade´".

 

Esta foi a mensagem do XVIII Congresso da Federação Internacional dos Resistentes - Associação Antifascista (FIR), que decorreu em Reggio Emilia, Itália, entre 29 de Novembro e 01 de Dezembro, com a participação de delegados e convidados de 15 países europeus, entre os quais Portugal representado pela URAP, sob o lema: "Guerra nunca mais", "Fascismo nunca mais!", e "Preservação da memória!".

 

No final do Congresso foi eleito o novo Comité Executivo da FIR e votada a Resolução Final com cinco pontos: 1. "O Antifascismo é mais importante do que nunca!"; 2. "Fim ao ressurgimento do populismo de direita e do neofascismo"; 3. "Eliminemos a ameaça de guerra – protejamos a paz"; 4. "Mantenhamos viva a memória – contra o revisionismo histórico"; 5. "Consolidemos a unidade antifascista – ganhemos as novas gerações!".

 

congresso fir 2019 s2Para a FIR, estes desafios necessitam de um maior trabalho antifascista e anti-racista no futuro e o poderoso e dinâmico reforço das organizações nacionais de resistentes e da organização de cúpula internacional.

 

Os participantes no congresso consideraram unanimemente que «o slogan "Fascismo nunca mais!" é cada vez mais actual face ao crescimento dos partidos populistas de extrema-direita em diversos países europeus e no Parlamento Europeu» e repudiaram a Resolução do PE, de 19 de Setembro, designada "A importância do passado europeu (ou a consciência histórica europeia) para o futuro da Europa", na qual foi feita uma revisão da História em relação à História da II Guerra Mundial e ao papel que as forças da coligação anti- hitleriana desempenharam na destruição da barbárie fascista.

 

congresso fir 2019 s6A delegação portuguesa composta pela coordenadora da URAP, Marília Villaverde Cabral, José Pedro Soares, do Conselho Directivo, e Francisco Canelas, membro suplente do Conselho Directivo, fez uma intervenção durante o congresso na qual destacou a situação política mundial e portuguesa e a votação da resolução no Parlamento Europeu, em Setembro passado, que equipara os regimes fascistas ao comunismo.


Na sua intervenção, a coordenadora da URAP, Marília Villaverde Cabral, afirmou que "vemos com grande apreensão a situação que se vive no Mundo com os povos sujeitos a uma brutal ofensiva exploradora, opressora e agressiva do grande capital", e considerou que o governo português se mantém "subserviente às directrizes da União Europeia" e que só "a luta vai obrigar a vergar estes interesses".

 

congresso fir 2019 s1"A URAP, nesta situação tumultuosa do Mundo, tem estado ao lado das forças da Paz e tem participado em várias iniciativas de solidariedade para com os povos que corajosamente se batem pela liberdade e pela independência dos seus países", disse.

 

O XVIII Congresso da FIR contou com intervenções e debates de delegados dos vários países presentes, que foram anteriormente recebidos pelo presidente da Câmara de Reggio Emília, as leituras dos relatórios da organização e financeiro, a eleição do novo Comité Executivo, e a votação da Resolução Final.

 

 

congresso fir 2019 s4O alemão Ulrich Schneider mantém o cargo de secretário-geral, enquanto o húngaro Vilmos Hanti continua na presidência da organização que congrega organizações de resistência de vários países europeus.

 

Os congressistas colocaram uma coroa de flores no Memorial dos Mártires, em Reggio Emilia, e visitaram o Museu do Combate da Resistência, Tributo aos Combatentes e Vítimas – Museu Cervi, em Gattatico.

 

 

Ver intervenção de Marília Villaverde Cabral

 

Comité Executivo da FIR:

 

Presidente
Vilmos Hanti (Hungria)

 

Vice-presidentes
Filippo Giuffrida (Itália)
Vladimir I. Romanenko (Russia)
Gregori Touglidis (Grécia)

 

Secretário-Geral
Dr. Ulrich Schneider (Alemanha)

 

Secretário Financeiro
Heinz Siefritz (Alemanha)

 

Outros membros do Comité Executivo
Jean Cardoen (Bélgica)
Mari Franceschini (Itália)
Dr. Regina Girod (Alemanha)
Guido Lorenzetti (Itália)
Mitsea Panagiota (Grécia)
Nikolay I. Royanov (Rússia)
Alessandro Pollio Salimbeni (Itália)
Simeon Ignatov (Bulgária)
Jacques Varin, Jaques (França)