Em 2021, a URAP vai assinalar o 1º de Maio de 1936 em Peniche

bandeira vermelhaA URAP torna desde já a público a decisão de evocar, no dia 1 de Maio de 2021, os 85 anos da jornada de 1936, quando antifascistas colocaram seis bandeiras vermelhas nos edifícios dos Correios e Telégrafos, Capitania do Porto, Portas da Alfandega, Central Eléctrica, Escola Industrial e obras do Porto de Abrigo daquela cidade.

 

A grave crise sanitária, devido à pandemia do COVID-19 que o país e o mundo atravessam, impede a URAP de festejar condignamente o Dia Internacional do Trabalhador deste ano que celebra a greve de Chicago, de 1 de Maio de 1886, que visava reduzir do horário de trabalho para as oito horas e conquistar melhores condições laborais para os trabalhadores norte-americanos.

 

Na noite de 30 de Abril para 1 de Maio de 1936, os antifascistas, após terem colocado as bandeiras, colaram debaixo das portas diversa imprensa clandestina e fizeram pinturas nas paredes. Seguiram-se intensas buscas pela PIDE, muita repressão e prisões.

 

A URAP saúda os trabalhadores portugueses e de todo o mundo no 1.º de Maio, Dia Internacional do Trabalhador.