Libertem os presos políticos saharaius

Actual > Breves

saharaHá já 34 anos que Marrocos ocupa ilegalmente os territórios da - reconhecida pelas Nações Unidas - República Árabe Saharaui Democrática. Nestas décadas de ocupação, muitos tornaram-se refugiados, outros estrangeiros no seu país. Vários foram assassinados. Outros, simplesmente desapareceram. Milhares foram - e são - presos políticos.



O caso não é novo, mas conheceu um grande impacto mediático em Novembro e Dezembro, com a prisão da activista saharaiu Aminetu Haidar. Presa em Marrocos quando regressava dos EUA, foi depois expulsa para as Canárias, sem documentos. Impedida de regressar, sem documentos, empreendeu uma duradoura greve de fome, que pôs em risco a sua vida.

As autoridades marroquinas acabaram por ceder, deixando-a regressar à sua terra. Mantém-se até hoje em prisão domiciliária.