FIR «extremista»?

logo_firA notícia não é recente nem mereceu, na altura, quaisquer referências nos principais órgãos de comunicação. Mas a sua gravidade impõe a denúncia pública!

No seu relatório de 2004, os serviços secretos alemães, subordinados ao Ministério do Interior, qualificaram a Federação Internacional das Associações dos Antifascistas (FIR), à qual a URAP pertence, como uma «organização extremista de esquerda» e colocaram-na na lista dos «inimigos da Constituição».

Tomando conhecimento do relatório em meados do ano seguinte, o secretário-geral da FIR, Ulrich Schnelder solicitou ao Ministério a eliminação daquela referência no relatório. Mas não recebeu qualquer resposta. A FIR é uma organização criada por antigos combatentes da Segunda Guerra Mundial, com dezenas de anos de actividade