Assembleia da República vai discutir petição sobre a criação do Museu Salazar

 entrega peticao AR 28 fev 2020 s2A petição "de repúdio e exigência de que se trave e abandone a anunciada criação do ´Museu Salazar´, com esse ou outro nome, em Santa Comba Dão" foi admitida para discussão na Comissão Parlamentar de Cultura e Comunicação, em reunião realizada no passado dia 26 de Maio.


Segundo informou à URAP a Assembleia da República, a apreciação e deliberação da petição em sede daquela comissão deverá ocorrer no prazo de 60 dias, os peticionários terão de ser ouvidos, a ministra da Cultura irá pronunciar-se bem como todos os grupos parlamentares e será discutida em Plenário.

 

Recorde-se que esta petição - que se junta ao movimento da carta de 204 presos políticos e de um anterior abaixo-assinado com 18.000 assinaturas - foi entregue na AR dia 28 de Fevereiro, com 10.396 assinaturas, por uma comissão composta pela coordenadora da URAP, Marília Villaverde Cabral, pelo membro do Conselho Directivo, José Pedro Soares, pelo presidente da Assembleia Geral, Levy Baptista, e ainda pelos subscritores do documento Almirante Martins Guerreiro, António Vilarigues, José Sucena e Madalena Santos.

 

 

quadro salazarA URAP congratula-se com esta decisão e apela a todos os democratas que continuem a luta para impedir que a autarquia de Santa Comba Dão promova a nível nacional a figura do ditador visando o branqueamento do fascismo, num tempo em que um pouco por todo o Mundo se vê ressurgir o populismo e o fascismo.

 

Venceu-se uma batalha é preciso agora vencer a guerra.