dia 1 – Peniche - a Tocha da Paz da FIR percorre o Concelho

Tocha da Liberdade 16A Tocha da Paz da FIR – Federação Internacional de Resistentes percorreu hoje o Concelho de Peniche, numa iniciativa conjunta do Município de Peniche e da União de Resistentes Antifascistas Portugueses (URAP) para assinalar o fim da II Guerra Mundial.

 

A Tocha da Paz chegou às 10:30 à Fortaleza de Peniche - símbolo da luta antifascista por ter sido um local de prisão e tortura dos democratas portugueses - onde foram inauguradas duas exposições, uma da autoria da URAP relativa ao "70º aniversário do fim da Segunda Guerra Mundial e da vitória sobre o nazi-fascismo", e outra uma mostra fotográfica sobre o campo de concentração nazi, denominada "Auschwitz: o silêncio e o olhar", da autoria de Carlos Inácio. Ambas vão estar patentes ao público naquele espaço até 5 de Abril.

 

Tocha da Liberdade 2Na ocasião, a coordenadora da URAP, Marília Villaverde Cabral, falou da importância de se assinalar o fim da II Guerra Mundial, do seu significado e simbolismo na actualidade e da necessidade de lembrar junto das comunidades a interligação histórica, social, económica e política com a situação actual.

 

 

 

 

 

Tocha da Liberdade 1Seguiu-se uma intervenção do presidente da Câmara de Peniche, António José Correia, que recordou a entrada das tropas soviéticas no campo de concentração de Auschwitz e o cenário de horror com que se depararam, que a humanidade terá de lembrar sempre para que nunca mais volte a acontecer.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

todosÀs 14:30, num espectáculo cheio de imaginação, a Tocha da Liberdade iniciou a sua volta, numa estafeta que contou com a participação de várias associações desportivas, nomeadamente, Berlengas Bike Team, Associação Recreativa, Cultural e Desportiva de Ferrel, Vespas Clube do Oeste, e Trilhos D'El Rei – Serrana - Associação Desportiva, Cultural e Recreativa – Serra D'El Rei. Com partida junto à Fortaleza de Peniche, a estafeta passou pelos seguintes locais: Largo da Capela de N.ª Sr.ª da Guia, na Vila de Ferrel; Centro Interpretativo de Atouguia da Baleia, na Vila de Atouguia da Baleia; Largo junto à Associação Serrana, na Vila de Serra D´El-Rei.
Durante a passagem da Tocha da Liberdade por Atouguia da Baleia foi inaugurada no Centro Interpretativo de Atouguia da Baleia a Exposição "Ao truár de artelharia: Memórias das Guerras do século XX no Concelho de Peniche".

 

Tocha da Liberdade 18Para comemorar o fim da Guerra o Município de Peniche promove ainda um programa temático, aberto à participação da comunidade, centrado em várias iniciativas de natureza cultural e desportiva. Este programa teve início no dia 30 de Janeiro, com a realização na Escola Secundária de Peniche de uma sessão de "A Poesia anda por aí", intitulada "Um roteiro poético pelo Modernismo", num itinerário que abordou os poetas da revista Orpheu (que este ano assinala o centenário da sua criação), como Fernando Pessoa e Mário de Sá Carneiro, terminando no neo-realismo português e na poesia de Alves Redol ou Fernando Namora.

 

A primeira deslocação da tocha em Portugal ocorreu no Porto, a 29 de Janeiro, e depois de Peniche seguirá para Grândola, Loures, Alhandra (Vila Franca de Xira), Barreiro, Seixal, Setúbal, Almada e Lisboa, onde estará dia 12 de Fevereiro.

 

Tocha da Liberdade 3As comemorações do final da II Guerra Mundial já levaram a Tocha da Paz a vários países da Europa. O percurso iniciou-se na Bulgária, Macedónia, Hungria, Itália, Vaticano (tendo sido abençoada pelo Papa Francisco) e Israel.

 

O itinerário terminará em Berlim no mês de Maio e antes disso passará ainda por Espanha, Áustria, República Checa e Grécia.