dia 4 - Loures - a Tocha da FIR percorre o concelho

18A Tocha da Paz da FIR – Federação Internacional de Resistentes percorreu ruas, praça, jardins, escolas e associações do Concelho de Loures, pelas mãos de centenas de crianças e jovens.


Num programa essencialmente dirigido às escolas, a sessão de receção da tocha ocorreu no Largo da Sociedade 1º de Agosto Santa Iriense, em Santa Iria de Azóia e contou com as intervenções de Marília Villaverde Cabral, coordenadora da URAP, e Bernardino Soares, presidente da Câmara Municipal de Loures.


11Marília Villaverde agradeceu o apoio da Câmara Municipal de Loures e recordou o envolvimento da população de Santa Iria de Azóia na "Marcha da Fome" e nas greves de 8 e 9 de Maio de luta contra o fascismo e por melhores condições de vida.


O presidente da Câmara Municipal de Loures agradeceu o convite da URAP para que a Câmara se associasse a esta iniciativa e salientou a importância da mesma na defesa dos valores da Paz e da Liberdade.

 

 

 

Percurso pelas 18 freguesias – os valores da liberdade e da paz levados a centenas de crianças e jovens


13Depois da receção da tocha, iniciou-se a marcha que percorreu as 18 freguesias do concelho – Santa Iria de Azóia, São João da Talha, Bobadela, Sacavém, Moscavide, Portela, Prior Velho, Camarate, Apelação, Unhos, São Julião do Tojal, Bucelas, Fanhões, Lousa, Santo Antão do Tojal, Frielas, Santo António dos Cavaleiros e Loures – onde a visita e acolhimento nas escolas e a participação de alunos e docentes foi uma constante.

 

 

 

 

 

História, música, poesia, pombas, balões e... E muita alegria!


8Maria Villaverde Cabral e Diamantino Torres, da URAP, em cada escola e no contacto com os alunos iam fazendo uma descrição do fascismo, da guerra e dos campos de concentração nazis e do Tarrafal, no caso português, alertando para a importância da Liberdade e da Paz para o desenvolvimento harmonioso das sociedade em geral e das crianças e jovens e para a necessidade, de hoje como antes, preservar estes valores.

 

 

 

 


10Ao longo de todo o dia, ouve também oportunidade de assistir a diversos momentos como a "Evocação do Assassinato de ´Alex´", militante comunista, assassinado pela PIDE em Bucelas, a atuação do grupo de concertinas do Grupo Musical e Recreativo da Bemposta, a largado de pombos, também em Bucelas, ou a atuação dos alunos da Escola Básica e Santo Antão do Tojal e declamação de poesia pelo grupo de animação da Biblioteca Municipal José Saramago no jardim de Santo Antão do Tojal.

 

 

 

 

 

9Sempre presente esteve a criatividade e a alegria das crianças e dos jovens que se associaram à iniciativa.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma oliveira, uma marcha e ... Mais música!


15A Tocha da Liberdade e da Paz terminou o seu percurso pelo Concelho de Loures na cidade de Loures, sede do Município, onde o presidente da Câmara, Bernardino Soares, a presidente da Assembleia Municipal, Fernanda Santos, o presidente da Junta de Freguesia de Loures, Manuel Glória, e Diamantino Torres, da URAP, acompanhados de mais de uma centena e meia de pessoas, plantaram simbolicamente uma oliveira junto ao Pavilhão Paz e Amizade.

 

 

 

 

 

 

17A tocha foi posteriormente transportada pelos atletas da GesLoures até aos Paços do Concelho - numa marcha acompanhada por mais de uma centena de pessoas – onde teve lugar a cerimónia de encerramento com as intervenções do presidente da Câmara Municipal e da coordenadora da URAP, seguidas da atuação da Orquestra Ligeira dos Bombeiros Voluntários de Loures que brindou a plateia com um excelente momento musical.

 

 

 

 

 


19E assim terminou este importante dia de defesa e luta pelos valores da Liberdade e da Paz. Ficou na memória de todos as palavras simples da Nádia, menina de 10 anos, da escola da Apelação que orgulhosamente transportou a tocha com os seus colegas e que no final dizia: "É bom falar da Paz!"