O 75º Aniversário da Vitória de Estalinegrado

vitoria estalinegradoartigo publicado por FIR em http://www.fir.at

A 2 de Fevereiro de 2018, a Federação Internacional de Resistentes (FIR) celebra o 75º Aniversário da Vitória do Exército Vermelho em Estalinegrado. O caminho do fascismo alemão, e seus aliados, até Estalinegrado foi pautado por assassinatos em massa, exploração, supressão e destruição. Roterdão, Varsóvia e Belgrado são os símbolos do terror espalhado pela aviação nazi, que bombardeou e aterrorizou toda a Europa. Auschwitz, Buchenwald, Majdanek, Sobibor eternizam-se na mente da humanidade enquanto "monumentos" do Holocausto – este, produzido pela teoria nazi da "Supermacia da Raça" contra toda a humanidade.

 

A vitória de Estalinegrado opôs-se a este caminho, representado a esperança da libertação e na resistência contra o fascismo alemão.

 


Esta esperança deve-se a milhares de pessoas que deram a vida por ela. O povo soviético registou cerca de um milhão de mortos, entre civis e soldados do Exército Vermelho, apenas nesta batalha. Lembramos os mortos e todos aqueles que deram a sua saúde, e vida, pela libertação de cada país da ocupação nazi ao combater o fascismo.
A Batalha de Estalinegrado não tem apenas importância militar, representa um momento de viragem histórica na luta antifascista contra o expansionismo do fascismo alemão:


• De um ponto de vista militar e estratégico, esta derrota foi um ponto de viragem para as tropas alemães, obrigadas a, pela primeira vez, parar o seu avanço e admitir que a "invencível" Wehrmacht tinha sido derrotada.


• Para o desenvolvimento da guerra, esta batalha provou que a resistência popular podia derrotar a besta fascista e o seu aparelho militar. A vitória do Exército Vermelho, em Estalinegrado, teve um forte efeito no apelo ao Reino Unido e aos EUA para a abertura de uma segunda frente de guerra. Estalinegrado, ficou justamente conhecida como o local do inicio do fim da campanha de devastação e destruição que a Wehermacht levou a cabo por metade da Europa.


• Para a resistência antifascista em todos os países ocupados, e na Alemanha, esta batalha foi o símbolo do inicio da derrocada do Nazi-fascismo. Daí retiraram forças, motivação e optimismo os homens e mulheres que continuaram na luta antifascista, tanto no plano da resistência e esclarecimento político, como no plano da resistência armada.

 

Assim, a FIR celebra o aniversário da Batalha de Estalinegrado, e deixa para com os resistentes a promessa de passar esta memória para as novas gerações. Por tudo isso não pudemos compreender, nem aceitar, a não participação do actual governo alemão nas celebrações levadas a cabo em Volgogrado (antiga Estalinegrado) este ano.