Na morte de José Lobato Pulquério

Jose PulquerioO antifascista José Pulquérito, militante e funcionário do PCP, preso duas vezes, em Caxias e Peniche, onde esteve encarcerado durante quatro anos, morreu dia 23 de Abril, aos 96 anos.


Era viúvo de Úrsula Machado Castelhano, natural de Vale de Vargo, com quem teve três filhas: Maria José, Maria Machado e Luísa Basto, a intérprete da canção "Avante, Camarada".


Trabalhador agrícola em Vale de Vargo foi com a sua companheira, na clandestinidade, responsável por tipografias clandestinas.
Após a revolução de Abril, como funcionário do PCP, assumiu tarefas de apoio à direcção e trabalhou na sede central do partido.


A sua vida na clandestinidade, assim como a da sua família, constitui um exemplo do espírito de abnegação com que alguns companheiros se entregaram aos combates que conduziram ao 25 de Abril de 1974.


A URAP apresenta à família as mais sentidas condolências.