Declaração da FIR contra provocações neo-fascistas em Budapeste, a 6 Março de 2010

URAP > Documentos

logo_firNem Dresden, nem Budapeste
Fim às manifestações neo-nazis

A Federação Internacional de Resistentes (FIR) - Associação Antifascista - está preocupada com a organização de manifestações e actividades internacionais com vista à reabilitação de regimes fascistas e de crimes por parte de grupos neo-nazis de vários países Europeus.

 

Os neo-fascistas em Budapeste querem celebrar, em 6 de Março de 2010, um "Dia da Honra", mas o que eles querem apenas celebrar é a colaboração entre os fascistas húngaros e a SS alemã na luta contra o exército soviético.


against_fascismOs neo-fascistas alemães tentaram, em 13 de Fevereiro de 2010, comemorar as vítimas do bombardeamento de Dresden, mas apenas na perspectiva de "todos os alemães são apenas vítimas".

Esta provocação foi impedida por milhares de antifascistas que bloquearam com sucesso a marcha de grupos fascistas. Para ambos os eventos, os grupos neo-fascistas convidaram organizações internacionais para fazer parte desses encontros, procurando criar uma rede de estruturas de extrema-direita na Europa.

A FIR protesta contra tais provocações neo-nazis e apoia todas as actividades das suas organizações membro, bem como iniciativas da sociedade civil, para parar as manifestações neo-nazis.

A FIR apela aos políticos responsáveis que usem a sua influência e opções para banir tais provocações neo-nazis incluindo juridicamente.

Independentemente da forma com que os grupos neo-nazis venham a público, seja como comemoração ou como parte de uma campanha eleitoral, é simplesmente verdade que:

"O fascismo não é uma ideia, é apenas um crime!"

Berlim, 22 de Fevereiro de 2010