Dia da Libertação – 8 e 9 de Maio de 2015 - Dia da Vitória

logo firDeclaração da FIR - Federação Internacional de Resistentes / Associação Antifascista

«Há 70 anos, a 8 e 9 Maio de 1945, a humanidade assistiu ao esmagamento militar final do fascismo Alemão [...]
Hoje, a verdade histórica é negada em alguns países europeus, os colaboradores com os ocupantes fascistas são honrados como "combatentes da liberdade" [...] 
Naquela época o slogan comum a todos os anti-fascistas era: "Nunca mais a guerra! Nunca mais fascismo!" Para a FIR e as suas federações filiadas esta é uma obrigação para hoje e amanhã. »

 

Declaração da FIR - Federação Internacional de Resistentes / Associação Antifascista


Há 70 anos, a 8 e 9 Maio de 1945, a humanidade assistiu ao esmagamento militar final do fascismo Alemão. Estas datas assinalam a vitória sobre o desumano regime fascista de Hitler,
• que segregou, perseguiu e prendeu os adversários políticos,
• que matou milhões de seres humanos simplesmente por serem de determinada origem racial, tais como Judeus, Ciganos (de origem Sinti e Roma) e Eslavos,
• que, com a ideia de dominação imperial e de destruição da União Soviética, trouxe guerra, ocupação e destruição a todos os estados da Europa e até mesmo a países e povos de outras partes do mundo,
• que custou no seu brutal resultado a vida de mais de 55 milhões de pessoas.

Hoje, a verdade histórica é negada em alguns países europeus, os colaboradores com os ocupantes fascistas são honrados como "combatentes da liberdade". Contra esta forma de revisionismo histórico, nós, como FIR, enfatizamos que:

Os planos fascistas de dominação do mundo foram parados pela atuação comum da coligação anti - Hitler.

Tal foi feito pelos membros das forças armadas dos aliados, e acima de todos os membros do exército soviético, que sofreu o maior esforço da guerra, esmagando esta ameaça também militarmente.

Tal foi feito pelos partisans e combatentes da resistência em todos os países ocupados pelo fascismo alemão, com os comunistas no primeiro plano das suas fileiras, que deram a vida pela liberdade do seu próprio país.

Parte desta Coligação anti - Hitler foram também anti-fascistas alemães, que ilegalmente na Alemanha, dentro de estruturas da Resistência ou em conjunto com as forças armadas aliadas lutaram pela libertação de seu país.

Lembramos todas essas mulheres e homens que - muitas vezes arriscando as suas próprias vidas – participaram na libertação.

Em declarações políticas, inclusive do Parlamento Europeu, é afirmado que com o fim da guerra apenas se substituiu um "regime totalitário" por outro. A FIR contraria isto, afirmando que:
O dia 8 de maio de 1945 é o dia da libertação
• para todos os povos ameaçados pelo fascismo alemão,
• para os presos dos campos de concentração fascistas, que haviam sido para lá enviados ainda na agonia do regime Nazi que já estava na marcha para a morte,
• para os trabalhadores forçados, que trabalharam como escravos sob diversas formas para a indústria alemã, na agricultura e para a política de guerra,
• para os adversários do nazismo na Alemanha.

O dia 8 de maio de 1945 marca o início de uma nova política nas relações internacionais. A atuação comum de todos os adversários do Nazismo criaram as bases para estabelecer as Nações Unidas e para ajustar os princípios do direito internacional de modo a ser possível a perseguição e condenação dos principais criminosos de guerra no Tribunal de Nuremberga. Estas normas são válidas até hoje, tal como a Assembleia Geral das Nações Unidas recentemente confirmou.

Naquela época o slogan comum a todos os anti-fascistas era: "Nunca mais a guerra! Nunca mais fascismo!" Para a FIR e as suas federações filiadas esta é uma obrigação para hoje e amanhã.

Juntos com os membros das gerações de hoje atuamos
• contra o neo-fascismo e política de extrema direita,
• contra a xenofobia, o racismo e anti-semitismo,
• contra a guerra, a hegemonia imperialista, o terrorismo estadual e não-estatal, bem como as suas raízes sociais.

A libertação criou a base para a visão de um "novo mundo de paz e liberdade", como foi formulada pelos prisioneiros do campo de concentração de Buchenwald em 19 de abril de 1945. Nesse sentido as federações filiadas na FIR vão lutar hoje para a realização de abrangente política e social direitos humanos, da paz e da democracia. Juntos nós celebramos o 8/9 de maio 2015 como o Dia da Libertação e Dia da Vitória.


Janeiro de 2015, CE FIR