Plano de Trabalho para 2017

 

De modo geral, prosseguir e melhorar as actividades que a URAP desenvolve regularmente e promover inciativas que alarguem a sua área de intervenção, sobretudo junto das jovens gerações.


- Assim, persistir na criação de mais Núcleos, a nível nacional e aumentar o número de associados.


- Melhorar o recebimento das quotas e encontrar formas de angariar fundos que sustentem o reforço da actividade da URAP.


- Manter a regularidade trimestral do Boletim e, além da edição impressa, preparar a sua edição digital.


- Conseguir notícias mais atempadas na Página e no Facebook.


- Firmar Protocolos de Colaboração com as Câmaras Municipais de Almada, Beja, Grândola, com a Junta de Freguesia de Carnide e renovar o da Junta de Freguesia de Rio de Mouro.


- Reunião, promovida pela URAP, dos subscritores da Petição "Forte de Peniche - Defesa da memória", na Federação das Coletividades, a 26 de Janeiro (realizado)


- Homenagear os Tarrafalistas, junto do seu Mausoléu, no Alto de S. João a 18 de Fevereiro (já realizado).


- Presença do Conselho Directivo na Visita Guiada, organizada pelo Núcleo do Porto, às antigas instalações da PIDE/DGS - Projecto "Do Heroísmo à Firmeza" a 4 de Março (já realizado).


- Iniciativa sobre a Guerra Civil de Espanha, no Barreiro, no âmbito do Protocolo com a Câmara Municipal, a 1 de Abril.


25 DE ABRIL
- Continuar a realizar Sessões em Escolas, Colectividades e outras estruturas populares.


- Participar na Comissão Organizadora das Comemorações Populares e mobilizar os associados para os Desfiles de Lisboa e Porto.


- Inauguração do Memorial de homenagem aos cerca de 2500 antifascistas que estiveram presos no Forte de Peniche, no âmbito do Protocolo com a Câmara Municipal, no dia 25 de Abril.


- Sessão em Mafra de homenagem aos antifascistas do concelho, "Das Prisões à Conquista da Liberdade", a 29 de Abril.


- Organizar almoço-convívio, pelo aniversário da URAP, a 30 de Abril.


- Propor à CGTP a montagem do Espaço URAP, no 1º. de Maio.


- Evocar o MJT (Movimento de Jovens Trabalhadores) na luta contra o fascismo, na 2ª. quinzena de Maio, na Casa do Alentejo.


- Iniciativa sobre a Revolução de Outubro – ainda sem data.


- Exposição de Artes Plásticas com obras oferecidas à URAP – ainda sem data.


- Homenagem a Alexandre Cabral, no centenário do seu nascimento – em Outubro.


- Encontro Nacional da URAP com a presença dos Núcleos e amigos da URAP de todo o País, em Outubro.


- Elaborar uma brochura sobre os Fortes Angra do Heroísmo – S. João Baptista e S. Sebastião (Castelinho), uma vez que já foi feito o levantamento, na Torre do Tombo, dos nomes dos antifascistas que ali estiveram presos.


- Continuar a recolha de elementos para a publicação de um Roteiro de Lisboa da Resistência Antifascista


- Iniciativa sobre a Situação Internacional, "A luta dos Povos contra o Fascismo".


- Persistir na luta pelo investimento do Governo na reabilitação, melhoramento e reconversão do Forte de Peniche, enquanto lugar especial de memória da resistência e de luta antifascista.


- Lançamento do livro "Forte de Peniche – Defesa da Memória, Resistência e Luta".